Solipsism Gradient

Rainer Brockerhoff’s blog

Browsing Posts tagged Comics

Continua a história do Zé Megabyte e seu fiel Jaca Plus, agora ocupado por um software de inteligência artificial. Será que Itaipú está mesmo na Internet? E porque “em tese”?

Alguns comentários:

  • Houve alguns meses de intervalo entre este episódio e os anteriores. Era 1988; o projeto Unitron tinha sido suprimido; e recebi 3 diskettes com novos personagens.
  • Este foi o último episódio publicado, o jornal fechou (não por minha culpa, decerto). Aceito sugestões para novos episódios… quem sabe? Cartas para a Redação!

Continua a história do Zé Megabyte e seu fiel Jaca Plus, agora ocupado por um software de inteligência artificial. Você já viu jacaré usando cílios postiços, por falar nisso?

Alguns comentários:

    O Departamento de Estado Americano havia ameaçado cortar a importação de suco de laranja e (eu acho) sapatos provenientes do Brasil… aconteceu o previsível.
    O projeto da Unitron foi revendido a uma empresa de Taiwan. C’est la vie…

E, claro, ainda se falava “micro” naquela época… :-)

Continua a história do Zé Megabyte e seu fiel Jaca Plus, agora ocupado por um software de inteligência artificial. Você deixaria um político lhe dizer qual computador usar? Era normal naquela época… hoje muitos deixam um bilionário lhes dizer isso…;)

Alguns comentários:

    Bom, a situação do projeto da Unitron estava ficando crítica. A pressão americana estava começando e parece que havia até receio de mencionar o nome do projeto na imprensa.
    Alguém pode confirmar isso? Parece que o Mac Unitron foi exibido na Feira Nacional de Informática sem sua caixa característica, super-parecida com o Mac Plus, para não parecer tão “parecido”. Tem parecência demais nesta sentença… mas qualquer parecência era mera semelhança…

Continua a história do Zé Megabyte e seu fiel Jaca Plus, agora ocupado por um software de inteligência artificial. Você deixaria um software inteligente examinar o conteúdo do seu “winchester” [termo arcaico para "HD"]? Eu, hein…

Alguns comentários:

    Bom, passamos da fase introdutória e agora começam os casos interessantes. Eu estava ficando animado com a tirinha…
    Outra previsão acertada : “declaração via modem”. Errei no nome, não se chama “Declaração do Imposto de Renda” e sim “Declaração de Renda”. Você sabia?

Continua a história do Zé Megabyte e seu fiel Jaca Plus, agora ocupado por um software de inteligência artificial. Fuçar na Internet dá nisso, certo? Cadê o antivírus?

Alguns comentários:

    Na verdade, o episódio inicial teve que ser dividido em dois, e esta é a segunda parte. Por algum motivo estranho, o jornal não quis me ceder uma página inteira…icon_smile.gif
    As implicações filosóficas aqui são interessantes. Piratear um software de inteligência artificial é equivalente à clonagem? A segunda cópia tem os mesmos direitos que o original? Isso inclui direitos trabalhistas? E se houver um pique de luz…?

O Zé Megabyte foi um personagem que surgiu em 1987. Para colocar as coisas em perspectiva, Steve Jobs havia saído há dois anos. Jean-Louis Gassée era o chefão de tecnologia na Apple. O Mac SE e o Mac II haviam sido lançados com estardalhaço. No Brasil, a Unitron estava trabalhando no Mac Unitron…

Eu havia comprado, na MacWorld de San Francisco em 1987, um software muito simpático para desenho de histórias em quadrinhos – o “Comic Strip Factory“. Logo depois, um jornalzinho de informática aqui de Belo Horizonte (nem me lembro mais do nome, infelizmente) me chamou para fazer uma coluna mensal; ofereci-me para também fazer uma tirinha. Este é o primeiro episódio :

Alguns comentários :

  • O software só permitia fazer desenhos em preto&branco a 72 dpi. O arquivo final era em formato MacPaint (quem se lembra…?) O tamanho era exato para uma página tablóide.
  • A idéia dos personagens veio de uma tirinha parecida publicada na época do Apple ][ numa revista chamada “SoftSide”. Não lembro o nome do autor, mas era bem bom.
  • Interessante que na época eu já previa a difusão da Internet… a velocidade não era muito realista, confesso: 8 horas para baixar um arquivo de 287MB significa 10.2 KBytes/segundo. Quem sabe o Zézinho já tinha ISDN? De qualquer modo, a “pesquisa rotineira pelos bancos de dados” “depois da meia-noite” realmente parece familiar.
  • O copyright incluia Trici Venola e Kurt Wahlner, autores do software, porque eles forneciam fundos pré-desenhados e partes anatômicas dos personagens. Assim ficava fácil para mesmo um não-artista como eu fazer uma tirinha. Só fiz pequenas adaptações.
  • O nome “Jaca Plus” já era influenciado pelo projeto Unitron. Parece que chegaram a pensar em alguma fruta nacional mas nenhuma era suficientemente marketável sem piadinhas… outrossim, notem a “pressão das multinacionais”.
  • Um dos manuais acima do Jaca Plus tem o título “Hiperjaca”. É uma referência ao HyperCard, que acabava de ser lançado.

De resto, senti que deveria haver um episódio inicial para apresentar os personagens ao leitor. Ficou meio grande. Mas, até que para marinheiro de primeira viagem não está embaraçoso demais… icon_wink.gif

Photos licensed by Creative Commons license. Unless otherwise noted, content © 2002-2014 by Rainer Brockerhoff. Iravan child theme by Rainer Brockerhoff, based on Arjuna-X, a WordPress Theme by SRS Solutions. jQuery UI based on Aristo.